Para mudar o mundo é preciso mudar a si mesmo.
Projeto Saber e Mudar
Aos poucos e sempre.
Evolução
Não há progresso sem mudança e quem não consegue mudar a si mesmo, acaba não mudando coisa alguma. - George Bernard Shaw
Transformação
Senhor, reforma o teu mundo, começando por mim! - Antiga oração chinesa
Mudança
Você precisa ser a mudança que você quer ver no mundo. - Mahatma Gandhi
Sabedoria
Ninguém é bom por acaso; a virtude precisa ser aprendida. - Sêneca
Vida
Viver é mudar e ser perfeito é ter mudado muitas vezes. - John Henry Newman
Interação
A tua mudança acarretará mudanças à tua volta - eis a tua maneira de mudar o mundo. - Carlos A. Baccelli, pelo Espírito Irmão José

Texto de hoje

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019:

 

 

FISIOLOGIA, FILOSOFIA E REENCARNAÇÃO

 

 

A fisiologia (...) une-se à observação e à filosofia, para demonstrar a existência, no homem, de um duplo fluídico, que é o molde do corpo, seu tipo, e que, sem variar como a matéria, conserva, seguindo as evoluções do ser, a fisionomia da individualidade.

É no perispírito que se gravam as lembranças, é nele que os conhecimentos se incorporam, e porque é imutável, conservamos, apesar das incessantes transformações de que o corpo é objeto, a recordação do que se passou em tempo longínquo.

É ele que constitui a identidade do ser, é com ele que se vive, que se pensa, que se ama, que se ora. É enfim como ele que nos encontramos depois da morte, desprendidos somente da matéria terrena, mas conservando nossos hábitos, nossos gostos, nossa maneira de ver; idênticos, enfim, com exceção do corpo que tínhamos na terra.

Isto prova que o mundo dos Espíritos é tal como o nosso, que contém seres em todos os graus da escala intelectual, desde os selvagens ignorantes até os homens versados no estudo das ciências. Explicamos, também, pela imortalidade desse invólucro, os surtos do progresso. É evidente que quanto mais depurado é o perispírito, tanto mais vivas são as sensações. A alma atua no envoltório fluídico pela vontade, que é uma força muito poderosa, como verificamos com Claude Bernard(1). O cérebro humano, reprodução material dessa parte do fluido perispiritual, é, de alguma sorte, um instrumento sobre o qual o Espírito atua; quanto mais perfeito é o aparelho, mais belo é o resultado obtido; assim, um artista que possui um bom violino, mais agradáveis melodias fará ouvir.

Pela instrução desenvolvemos certos compartimentos do cérebro, nos quais se vêm registrar as aquisições intelectuais; ora, essas modificações são reproduzidas pelo perispírito. Segue-se que levamos para a morte nossa bagagem científica e moral, e, quando voltamos a reencarnar, temos em gérmen no cérebro tudo que havíamos fixado anteriormente. Eis por que as crianças, às vezes, nos maravilham com a precocidade de sua inteligência e pela aptidão com que assimilam todas as ciências. Nesse caso, para essa criança, aprender é recordar, como dizia Platão(2).

Assim como trazemos, para a terra, as qualidades precedentemente conquistadas, temos também os vícios que não nos deixam e contra os quais precisamos lutar energicamente para deixá-los. É este conjunto de virtudes e de paixões que constitui a individualidade de cada homem; pela nossa doutrina [Espírita], compreende-se a diversidade das inteligências desde o berço, ao passo que as demais filosofias emudecem nesse ponto. A alma desde a concepção forma o seu invólucro, não talvez de maneira consciente, mas efetiva, entretanto.

É durante a gestação que o espírito fluidifica a genitora; que, aos poucos, incorpora os elementos que lhe devem formar o corpo humano, e que o cérebro material se modela pelo cérebro do perispírito. Os defeitos físicos de uma encarnação anterior podem, por vezes, influenciar o duplo fluídico de tal forma, que as modificações orgânicas se reproduzem, ainda, na encarnação seguinte. Daí as crianças enfermas, disformes, apesar de boa saúde e excelente constituição dos pais.

Um dos mais curiosos fenômenos da biologia é o atavismo, isto é, a reprodução em uma raça de certos caracteres pertencentes aos antepassados, mas desaparecidos em seus descendentes. Darwin(3) cita notáveis casos e confessa não poder explicar essa singularidade. Se estendermos aos animais as mesmas teorias, se os supusermos com um princípio inteligente, também revestidos de um duplo fluídico, que lhes reproduz exatamente a forma do corpo, compreenderemos facilmente que o animal, reencarnado ao fim de certo tempo, pode trazer os caracteres físicos que tivera durante sua passagem anterior na terra; como, porém, seus congêneres progrediram, ele surge como uma anomalia.

Os homens apresentam, no ponto de vista moral e mesmo físico, casos semelhantes. Os Espíritos rotineiros e atrasados, sempre opostos a qualquer ideia de progresso, são almas que não se adiantaram suficientemente e que dão exemplos de atavismo intelectual.

 

Livro: O Espiritismo Perante a Ciência

Gabriel Delanne

FEB – Federação Espírita Brasileira

 

Notas de Fernando Peron (janeiro de 2019):

(1) – Claude Bernard (1813-1878), médico e fisiologista francês. Um dos maiores nomes da Ciência, é conhecido pela criação da Medicina experimental, baseada em evidências.

(2) – Platão (427-347 a. C.), filósofo grego.

(3) – Charles Darwin (1809-1882), naturalista britânico, autor de A Origem das Espécies.

 

Veja todos os anteriores:
Arquivo Completo

 


 

Há exatos 10 anos

20 de fevereiro de 2009:

 
 
OS MALINFORMADOS DO ESPÍRITO

     

PASSE À DISTÂNCIA

 

Não há distância para a ação dos passes. Os Espíritos Superiores não conhecem as dificuldades das distâncias terrenas. Podem agir e curar através das maiores lonjuras. Esse fato, constatado e demonstrado pelo Espiritismo e ridicularizado pelos cientistas materialistas, está hoje cientificamente comprovado pelas pesquisas e experiências dos principais centros universitários da atualidade. A telepatia, transmissão do pensamento, intenções e desejos, e psicapa, ação da mente sobre a matéria, só podem ser negadas hoje por pessoas (cientistas ou não) que estiverem cientificamente desatualizadas, e portanto sem autoridade para opiniar a respeito.

Não obstante, não se deve desprezar a importância do efeito psicológico da presença do paciente no ambiente mediúnico ou da presença do passista junto a ele. Temos, nesse caso, dois elementos importantes de eficácia no tratamento por passes. O efeito psicológico resulta dos estímulos provocados no paciente por sua presença num ambiente de pessoas interessadas a ajudá-lo, o que lhe desperta sensação de segurança e confiança em si mesmo. Trata-se de uma reação anímica (da própria alma do paciente), por isso mesmo psicológica, conhecida na Psicologia como estímulo de conjunto, em que se quebra o desânimo da solidão. Por outro lado, a visita do passista ao paciente isolado em casa dá-lhe a sensação de valor social, reanimando-lhe a esperança de volta à vida normal. Além disso, a presença do paciente numa reunião lhe permite receber a ajuda do calor humano dos outros e da doação fluídica direta, seja do médium ou também de pessoas que o acompanham. Assim, o passe à distância só deve ser empregado quando for de todo impossível o passe de contato pessoal.

São esses também os motivos que justificam a prática dos passes individuais nos Centros, onde todos sabem que ninguém deixa de ser assistido e receber a fluidificação necessária.

 

Livro:  Obsessão – O Passe – A Doutrinação

J. Herculano Pires

Editora Paidéia

 


 

   

 

Desencarna o Padre Oscar G. Quevedo (15 de dezembro de 1930 – 9 de janeiro de 2019). Embora ele tenha contribuído para conter o misticismo e a credulidade inculta de muitos fanáticos e ingênuos, continuou agarrado irracionalmente à inflexibilidade dos dogmas católicos, totalmente contrários à verdadeira Ciência. Isso tudo com o objetivo inútil de deter o avanço da Doutrina Espírita, com sua lógica profunda e suas provas científicas.

Li seu livro A Face Oculta da Mente (Oscar G. Quevedo, Edições Loyola, 1968, 15ª edição) em julho de 2000, e no mesmo mês li A Farsa Escura da Mente (Carlos Imbassahy, Edicel – Editora Cultural Espírita, 1969, 2ª edição), que se contrapõe ao primeiro.

Desejamos boa recuperação para Oscar Quevedo no Plano Espiritual, onde as surpresas de um universo de realidades o aguardam para muitas revisões e novas aprendizagens.

 

Fernando Peron

Projeto Saber e Mudar

10 de janeiro de 2019


Atualizações recentes:
 
 
 
 
L  A  N  Ç  A  M  E  N  T  O   !
 
Fernando Peron
Carlos A. Baccelli / Espíritos Diversos 
 
Clique
 
 
 
 
 
 
 
 
 
O CÃOZINHO ASSASSINADO E
OMISSÃO DOS BONS
 
Artigo inédito de Fernando Peron
 
Clique
 
 
 
 
 
 
 
Nova Série!
 
OBRAS DE CARLOS BACCELLI
 
Inscreva-se no canal!
 
Vá para o link para assistir em tela cheia. 
 
 
 
       
 Trechos de:
  O LIVRO DOS ESPÍRITOS
  Clique
 
  OBRAS PÓSTUMAS
  Clique
 
  A GÊNESE, OS MILAGRES E AS PREDIÇÕES
  SEGUNDO O ESPIRITISMO
  Clique
 
 
 
  O LEGADO DE ALLAN KARDEC
  Clique
 
 
OBRAS COMPLETAS DE CARLOS A. BACCELLI
Clique
 
 
Trechos dos livros:
 
NO INTERIOR DA TERRA
Clique
 
 
AS BÊNÇÃOS DE CHICO XAVIER
Clique 
 
BEM-AVENTURADOS OS QUE ORAM...
Clique
 
 
 
 
 
 
 

 
 
Trechos dos livros:
 
MOMENTOS COM CHICO XAVIER
Clique  
 
 
MILITARES COM JESUS
Clique  
 
 
 
 
 
ILUMINURAS 
Clique   
 
RETRATOS DA VIDA
Clique
 
 
 
Grandes Temas:
 
ALCOOLISMO
Clique 
 
ATEÍSMO E MATERIALISMO 
Clique 
 
ESQUECIMENTO DE VIDAS PASSADAS 
Clique 
 
ANIMAIS 
Clique 
 
 
 
 
REFLEXÕES sobre saber, mudar e divulgar
Clique
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
      Novo banner!
 
 
Busque no site
Nos textos diários     No site inteiro
BUSCAR
Projeto Saber e Mudar
PARA MUDAR O MUNDO É PRECISO MUDAR A SI MESMO. AOS POUCOS E SEMPRE.