Para mudar o mundo é preciso mudar a si mesmo.
Projeto Saber e Mudar
Aos poucos e sempre.
Evolução
Não há progresso sem mudança e quem não consegue mudar a si mesmo, acaba não mudando coisa alguma. - George Bernard Shaw
Transformação
Senhor, reforma o teu mundo, começando por mim! - Antiga oração chinesa
Mudança
Você precisa ser a mudança que você quer ver no mundo. - Mahatma Gandhi
Sabedoria
Ninguém é bom por acaso; a virtude precisa ser aprendida. - Sêneca
Vida
Viver é mudar e ser perfeito é ter mudado muitas vezes. - John Henry Newman
Interação
A tua mudança acarretará mudanças à tua volta - eis a tua maneira de mudar o mundo. - Carlos A. Baccelli, pelo Espírito Irmão José

Texto de hoje

segunda-feira, 24 de junho de 2019:

 

 

A HISTÓRIA RECENTE E UM TERCEIRO
 
CONFLITO MUNDIAL (CHICO XAVIER)

 

 

(...)

Quantas informações importantes! Meditando sobre a mensagem, é permitido afirmar que: (I) No final do século XX a coletividade planetária mergulha-se em novo ciclo de embates e destruição; (II) A escalada das provações é tal que Emmanuel indaga sobre quem impediria a tempestade de suor e lágrimas; (III) No final do século XX ainda estávamos atravessando período de profundas aflições, reflexo de dezesseis séculos de menosprezo à luz espiritual; (IV) Em 1990, os espíritos constatavam um aumento crescente do ódio e de conflitos ideológicos; (V) As relações internacionais não se aprimoraram – ao contrário, continuam regidas pela desconfiança e pela discórdia; (VI) Já em 1990, Emmanuel identificava os povos avançados perturbados por racismo tirânico; (VII) A guerra instalou-se na humanidade no final do século XX, qual sorvedouro infernal; (VIII) As conquistas civilizatórias encontram-se sob risco; (IX) Em 1990, Emmanuel previa tormenta de lágrimas que cobriria a fronte dos continentes em dolorosos quadros apocalípticos; (X) Não devemos esperar uma regeneração gratuita, como quem quer colher onde não plantou; (XI) As doutrinas da força conduziram o homem no final do século XX à sua animalidade primária; (XII) Desde a Revolução Francesa (Ap 16:3), a Terra equipara-se a uma colmeia desesperada, cenário esse que até 1990 não havia sido resolvido; (XIII) No final do século XX, Emmanuel via a ventania da destruição assoprando novamente, de modo que tormentas de dor estariam em torno dos castelos da vaidade humana; (XIV) Os polvos da guerra atacavam o ar do planeta (Ap 7:1-3; Ap 16:17), a permitir para os tempos que correm as mesmas previsões que derrubaram Persépolis, Babilônia, Tebas, Atenas, Roma e Cartago, notadamente para as cidades mais desenvolvidas; (XV) Os ventos do norte (aquilão) ameaçam destruição. Esse inventário deve ser suficiente para vincar que os espíritos, por via da mediunidade de Francisco Cândido Xavier, apontavam entre 1990 e 1993 para a Guerra do Golfo e para aquela época enquanto indicativa de maus presságios. Houve ainda o grande ataque terrorista em solo norte-americano, com a derrubada das Torres Gêmeas em 11 de setembro de 2001. Sobreveio, assim, a guerra ao Iraque em 2003, talvez a mais torpe invasão da história recente da Humanidade. O surgimento do Estado Islâmico e de toda a confusão que se instalou a partir da região não é sem propósito. Emmanuel, portanto, vislumbra um conflito no qual os homens retomarão a animalidade primária:

 

Os homens marcharão ainda uns contra os outros, tripudiando sobre as mais formosas e imperecíveis leis de fraternidade universal, separados pelo simbolismo das bandeiras, obedecendo, muitas vezes, a poderosos imperativos de sua natureza quase semibárbara, embora as expressões de refinamento da sociedade ocidental.(1)

 

Na mensagem comentada acima, intitulada Nas Convulsões do Século XX, Emmanuel refere-se à ventania da destruição e ao aquilão (= vento norte):

 

Este o dilema da atualidade, em que a ventania da destruição assopra de novo... [...] Polvos mortíferos do ódio e da ambição desregrada multiplicam-se no oxigênio terrestre, predizendo misérias e desolação. [...] E, enquanto o aquilão da impiedade ruge destruidor, reunamo-nos na Jerusalém do íntimo santuário!...(2)

 

Emmanuel não é de perder tempo com palavras vazias de sentido! Anotemos a advertência constante da seguinte mensagem ditada pelo Espírito de Francisco Leite Bittencourt Sampaio:

 

A luta será gigantesca; vereis homem contra homem, nação contra nação. A guerra, esse pavoroso gênio do extermínio, alargará todas as suas possibilidades de destruição e suas vozes aterradoras anunciarão outros flagelos, decorrentes de sua ação corrosiva, mas necessária.(3)

 

Em comentários anteriores foram apresentados seis registros colhidos diretamente de Chico Xavier que atestam alertas do médium para um terceiro conflito mundial de grandes proporções. Em alguns desses registros, o conflito nuclear é abordado expressamente. Remetesse o leitor novamente às sérias previsões ali contidas. Também foi demonstrado que, a partir da Guerra do Golfo, Chico Xavier psicografou advertências com tom evidentemente apocalíptico.

No livro Há Dois Mil Anos...(4) consta uma manifestação de Jesus que diz respeito a eventos naturais que viriam como uma consequência do próprio desequilíbrio vibratório no planeta:

 

Exausto de receber os fluidos venenosos da ignomínia e da iniquidade de seus habitantes, o próprio planeta protestará contra a impenitência dos homens, rasgando as entranhas em dolorosos cataclismos... As impiedades terrestres formarão pesadas nuvens de dor que rebentarão, no instante oportuno, em tempestades de lágrimas na face escura da Terra e, então, das claridades de minha misericórdia, contemplarei meu rebanho desditoso e direi como os meus emissários: “Ó Jerusalém, Jerusalém!...(5)

 

Cabe questionar quando aconteceria.

Na entrevista concedida à TV Tupi, em 1971(6), várias vezes comentadas neste trabalho, Chico Xavier previu que o progresso se faria mais nítido, a denotar uma transição menos atribulada para o planeta, se não ingressássemos numa guerra de extermínio nos cinquenta anos subsequentes. A notória manifestação do médium é abordada nos livros e nos documentários Não Será em 2012 – Chico Xavier Revela a Data-Limite Para o Velho Mundo(7) e Data-Limite Segundo Chico Xavier(8).

No início desta obra, foram esclarecidas as leis gerais que regem a mediunidade de presciência. Com suporte nelas deve-se ter em mente que todas as datas manifestadas por revelações são probabilidades que poderão se assentar no plano dos fatos com alguma variação, em razão do livre-arbítrio dos homens. Exatamente por isso, ensinou Jesus: “Mas daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos do Céu, mas unicamente meu Pai.” (Mt 24:36). É interessante notar, todavia, que a mediunidade de Chico Xavier permite a comparação das fases finais do período de provas e expiações com as horas de um relógio caminhando adentro na noite. As horas avançadas são empregadas como uma ilustração para indicar a aproximação dos períodos mais obscuros. Nas palavras do Espírito Anna Justina Ferreira Nery, tida como a primeira enfermeira do Brasil: “Grandes horas, estes momentos do mundo inteiro! Marcam solenemente no relógio da eternidade os desvarios da Terra!”(9)

No citado poema de Castro Alves, o relógico marca o entardecer, em algum momento do século XX. E o mesmo relógio indica o anoitecer, por volta de 1992, ano de publicação da mensagem(10). Em outro trabalho o poeta é mais explícito, atrelando o conflito no Golfo Pérsico à noite:

 

No Golfo Pérsico é noite...

Revejo a nuvem da guerra,

Pairando, acima da Terra,

A espalhar-se na amplidão...(11)

 

Emmanuel menciona, em 1938, o final da tarde (crepúsculo), que seria sucedido pela noite:

 

Vive-se, agora, na Terra, um crepúsculo ao qual sucederá profunda noite; e ao século XX compete a missão do desfecho desses acontecimentos espantosos. [...] A noite não tarda e, no bojo de suas sombras compactas, não nos esqueçamos de Jesus, cuja misericórdia infinita, como sempre, será a claridade imortal da alvorada futura, feita de paz, de fraternidade e de redenção.(12)

 

Portanto, considerando-se a aproximação da noite, conforme as chaves interpretativas fornecidas pela mediunidade de Chico Xavier, pode-se afirmar que não tarda a concretização da sétima taça do Apocalipse.

Em importante anotação, Humberto de Campos menciona que “a criatura humana parece regredir à noite escura e misteriosa das suas origens”(13). Entendemos que o dito retorno à escuridão noturna, indicativa de nossas origens, é uma previsão de que a Humanidade poderia repetir evento semelhante ao que se verificou em Capela, que culminou no exílio de grande contingente de espíritos para a Terra. Emmanuel não dá detalhes do que ocorreu naquele sistema, apenas diz que lá se verificou “uma ação de saneamento geral”(14).

Contudo, o contexto narrado por Humberto de Campos, no trecho em foco, aponta para lutas de vulto. Assim, é possível que ele esteja se referindo a uma grande guerra também ocorrida no sistema de Capela, que acarretou no exílio de muitos espíritos ao nosso planeta. Assim, uma terceira guerra global de cunho nuclear seria incidir novamente no mesmo erro cometido naquele outro orbe. Em face da hipótese de ocorrer uma “reincidência”, convém refletir em que medida atuaria a Misericórdia Divina.

 

Geraldo Lemos Neto

(Resumo elaborado da obra Apocalipse Segundo o Espiritismo, de Marco Paulo Denucci Di Spirito, Vinha de Luz Serviço Editorial)

 

Livro: 2019 – O Ápice da Transição Planetária (Revelações de Chico Xavier)

Marlene Nobre, Geraldo Lemos Neto

FE Editora Jornalística Ltda.

 

Notas da edição:

(1) XAVIER, Francisco Cândido. Palavras Sublimes. Belo Horizonte: Vinha de Luz, 2014, p. 105.(15)

(2) XAVIER, Francisco Cândido. Sentinelas da Luz. São Paulo: CEU, 1990, cap. 8.(16)

(3) XAVIER, Francisco Cândido. Palavras Sublimes. Belo Horizonte: Vinha de Luz, 2014, p. 36.

(5) XAVIER, Francisco Cândido. Há Dois Mil Anos... Brasília: FEB, 1990, 2ª Parte, cap. 6.

(7) NOBRE, Marlene; LEMOS NETO, Geraldo. Não Será em 2012 – Chico Xavier Revela a Data-Limite Para o Velho Mundo. São Paulo: FE Editora, 2013.(17)

(8) DATA Limite Segundo Chico Xavier. Publicado em 18 dez. 2014. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=4JxukHvGVzE&feature=youtu.be. Acesso em 10 out. 2017.(18)

(9) XAVIER, Francisco Cândido. Militares no Além. Belo Horizonte: Vinha de Luz, 2008. Prefácio.(19)

(10) XAVIER, Francisco Cândido. Esperança e Luz. São Paulo: CEU, 1994, cap. 14.(20)

(11) XAVIER, Francisco Cândido. Esperança e Luz. São Paulo: CEU, 1994, cap. 14.

(12) XAVIER, Francisco Cândido. A Caminho da Luz. Brasília: FEB, 2013, p. 202-203.(21)

(13) XAVIER, Francisco Cândido. Crônicas de Além-Túmulo. Rio de Janeiro: FEB, 2006, cap. 19. Adendos explicativos entre colchetes nosso.(22)

(14) XAVIER, Francisco Cândido. A Caminho da Luz. Brasília: FEB, 2013, p. 27.

 

Notas de Fernando Peron (maio de 2019):

(4) Há 2000 Anos... – Episódios da História do Cristianismo no Século I. Francisco Cândido Xavier, pelo Espírito Emmanuel. FEB – Federação Espírita Brasileira. Obra lançada em 1940.

(6) Pinga-Fogo: célebre programa de entrevistas da TV Tupi. Chico Xavier esteve nele em duas ocasiões: 28 de julho e 21 de dezembro de 1971, alcançando a maior audiência da história da televisão brasileira. As gravações foram recuperadas e lançadas em 2006 no DVD duplo Pinga-Fogo Com Chico Xavier (Programa 1 e Programa 2), pela Versátil Home Video.

(15) Palavras Sublimes. Francisco Cândido Xavier, por Espíritos Diversos, organização de João Marcos Weguelin. Vinha de Luz Serviço Editorial. Obra póstuma, lançada em 2014.

(16) Sentinelas da Luz. Francisco Cândido Xavier, por Espíritos Diversos. CEU – Cultura Espírita União. Obra lançada em 1990.

(17) Não Será em 2012 – Chico Xavier Revela a Data-Limite do Velho Mundo. Marlene Nobre, Geraldo Lemos Neto. FE Editora Jornalística. Obra lançada em 2011.

(18) Documentário Data Limite Segundo Chico Xavier (baseado no livro acima). Direção de Fábio Medeiros. Roteiro de Juliano Pozati e Rebeca Casagrande. Pozati Filmes, Cinemakers. Lançado em 2014, foi traduzido para sete idiomas e assistido por milhões de pessoas, alcançando 174 países. Há também o livro Data Limite Segundo Chico Xavier – Compreenda a Mensagem Revolucionária Propagada Pelo Documentário Data Limite Segundo Chico Xavier. Juliano Pozati, Rebeca Casagrande. Citadel Grupo Editorial. Lançado em 2015.

(19) Militares no Além. Francisco Cândido Xavier, por Espíritos Diversos, organização de Wanda Amorim Joviano. Vinha de Luz Serviço Editorial. Obra póstuma, lançada em 2008.

(20) Esperança e Luz. Francisco Cândido Xavier, por Espíritos Diversos. CEU – Cultura Espírita União. Obra lançada em 1993.

(21) A Caminho da Luz – História da Civilização à Luz do Espiritismo. Francisco Cândido Xavier, pelo Espírito Emmanuel. FEB – Federação Espírita Brasileira. Obra lançada em 1939.

(22) Crônicas de Além-Túmulo. Francisco Cândido Xavier, pelo Espírito Humberto de Campos. FEB – Federação Espírita Brasileira. 4ª obra psicografada por Chico Xavier. Lançada em 1937.

 

 

Veja todos os anteriores:
Arquivo Completo

 


 

Há exatos 10 anos

24 de junho de 2009:

 
 
SEM COBRAR TAXAS

    

PRECE

 

Senhor, ensina-nos:

a orar sem esquecer o trabalho;

a dar sem olhar a quem;

a servir sem perguntar até quando;

a sofrer sem magoar seja a quem for;

a progredir sem perder a simplicidade;

a semear o bem sem pensar nos resultados;

a desculpar sem condições;

a marchar para a frente sem contar os obstáculos;

a ver sem malícia;

a escutar sem corromper os assuntos;

a falar sem ferir;

a compreender o próximo sem exigir entendimento;

a respeitar os semelhantes, sem reclamar consideração;

a dar o melhor de nós, além da execução do próprio dever, sem cobrar taxas de reconhecimento;

Senhor, fortalece em nós a paciência para com as dificuldades dos outros, assim como precisamos da paciência dos outros para com as nossas dificuldades;

Auxilia-nos, sobretudo, a reconhecer que a nossa felicidade mais alta será invariavelmente aquela de cumprir-Te os desígnios onde e como queiras, hoje, agora e sempre.

 

Livro:  A Semente de Mostarda

 Francisco Cândido Xavier, pelo Espírito Emmanuel

 GEEM – Grupo Espírita Emmanuel Sociedade Civil Editora

 


 

Siga-nos nas redes sociais:
 

 
 

Atualizações recentes: 
 
 
Artigo inédito de Fernando Peron:
 
O KARDEC DO FILME E O KARDEC REAL
 
Clique 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
JESUS CRISTO
 
Clique 
 
 
Vídeo da Semana 
 
Nova Série!
 
MELHORES MOMENTOS
 
Inscreva-se no canal!
 
Vá para o link para assistir em tela cheia.  
 
 
       
 Trechos de:
  O LIVRO DOS ESPÍRITOS
  Clique
 
  OBRAS PÓSTUMAS
  Clique
 
  A GÊNESE, OS MILAGRES E AS PREDIÇÕES
  SEGUNDO O ESPIRITISMO
  Clique
 
 
 
  O LEGADO DE ALLAN KARDEC
  Clique
 
 
Lançada a Obra nº 202 de Carlos Baccelli!
 
Veja aqui a RELAÇÃO COMPLETA
Clique
 
 
Trechos dos livros:
 
DE ÂNIMO FIRME
Clique
 
 
MEU FILHO NASCEU NO ALÉM
Clique 
 
 
 
 
 
 

 
 
Trechos dos livros:
 
CHICO XAVIER, O AMIGO DOS ANIMAIS
Clique  
 
 
SUA ALMA, SUA PALMA
Clique  
 
 
 
 
 
ILUMINURAS 
Clique   
 
RETRATOS DA VIDA
Clique
 
 
 
Grandes Temas:
 
ESPIRITISMO
Clique 
 
SUICÍDIO 
Clique 
 
ORAÇÃO 
Clique 
 
DOR E SOFRIMENTO 
Clique 
 
 
 
 
REFLEXÕES sobre saber, mudar e divulgar
Clique
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
      Provérbio chinês
 
      Novo banner!
Busque no site
Nos textos diários     No site inteiro
BUSCAR
Projeto Saber e Mudar
PARA MUDAR O MUNDO É PRECISO MUDAR A SI MESMO. AOS POUCOS E SEMPRE.